Edição dezembro de 2017 | Folha Espirita online

Edição dezembro de 2017

FE de dezembro 2017

DESTAQUES DESSA EDIÇÃO:

    O tráfico de pessoas e a falta de aceitação da vida.

    O carma e a evolução científica.

    Ciência e espiritualidade na Europa.

    Reencontro de Natal

    O fim de mais um ano de trabalho

    O altruísmo e a alegria alheia

    O que estamos fazendo nesta existência

Se você é assinante da versão online, clique na imagem ao lado para ler a edição atual.

Se ainda não é assinante, assine agora mesmo aqui e ganhe de brinde o livro O Legado de Marlene Nobre.



EDITORIAL

Reflexões para o começo de um novo ciclo

Com a proximidade do término de mais um ano no calendário terrestre, entramos em momentos ímpares em nosso cotidiano. A Sabedoria Divina convida-nos para reflexões interiores que nos tocam e nos inspiram para o recomeço de um novo ciclo.

Com o advento do Natal, que nos toca pelas razões do coração, vemos muitas pessoas dispostas à prática da caridade, à reunião com os familiares e aos gestos afetuosos, tudo isso impulsionadas por um sentimento latente que muitas talvez não saibam explicar.

O Cristo marcou indelevelmente nossas vidas, e a centelha de um despertar para o amor retorna aos nossos dias, pelo menos uma vez por ano. Junto disso, o passar dos dias no calendário terrestre gregoriano segue em marcha acelerada para o término de mais um ano, e com isso vamos contabilizando os momentos do ano que se finda, e sonhando, planejando com as realizações do que virá.

É um momento ímpar, que, com certeza, conta com uma razão maior que nos favorece o comportamento de renovação e esperança. Uma forma sutil de uma busca interior que cada um de nós pode fazer, uma reflexão necessária que é estimulada por uma onda mental que nos torna mais maleáveis diante das vicissitudes da vida terrena.

Os resultados materiais que desejávamos podem não ter sido alcançados, a crise política e financeira do País pode ter agravado a necessidade de nossas privações e adaptação a um novo cenário. Podemos ter passado por separações de entes queridos ou mesmo estar enfrentando limitações do corpo físico que nos impõem o tratamento. Mas, independentemente das situações vividas, estamos diante do momento sublime de nos aproximarmos do Cristo, em que a gratidão e a esperança devem ser os bálsamos para nossas vidas.

O desejo sincero aos nossos amigos leitores é que possamos aproveitar este momento para ampliar a presença do Cristo em nossos dias. Que a sensação de amor e paz que envolve a orbe terrestre possa ser a atmosfera predominante em todos os outros dias de nossas vidas. Tenhamos a consciência que nosso encontro com Jesus na vida cotidiana nos é apresentado em inúmeras situações, nas quais podemos perdoar, auxiliar, calar, orar e realizar.

Registramos nossos votos de um Natal repleto de realizações espirituais e um ano novo de renovações de propósitos e ideais pautados nos exemplos de Nosso Mestre Jesus.